quarta-feira, 24 de junho de 2015

Interrupção de energia gera protesto por parte da Acic

A queda de uma fase de energia ocorrida na avenida Pelinca na última quinta-feira (18), que prejudicou centenas de comerciantes daquele importante corredor comercial de Campos por longas horas. Além do ocorrido na área central, na sexta-feira (19) quando diversas ruas do centro ficaram sem o fornecimento de energia elétrica, como o Jardim São Benedito, onde estão localizadas diversas clínicas médicas, além das ruas dos Goitacazes, Edmundo Chagas, Gilberto Siqueira, Ipiranga entre outras ruas adjacentes por quase uma hora, sem que houvesse um motivo justificado para que ocorresse a interrupção de energia por tão longo tempo, preocupa o presidente da Associação Comercial e Industrial de Campos - Acic, Amaro Ribeiro Gomes, que manifesta sua insatisfação com a concessionária.

- A Acic possui um bom relacionamento com a Ampla, mas isso não nos impede de cobrar a melhoria do serviço prestado por ela. Porque a empresa é uma parceira da Acic, mas em face destes problemas, de falta de energia na Pelinca e na área central, isto gera desconforto e prejuízos para o comércio, e por isto nós iremos cobrar como já cobramos em outra oportunidade – afirma o presidente.


 O presidente da Acic lembra que recentemente a cidade se viu as voltas com um dilema, a de que toda segunda-feira havia interrupção de energia elétrica no centro da cidade. Além disso, no dia 23 de abril (quinta-feira), havia sido agendado em nosso auditório, um evento realizado por uma empresa do Rio de Janeiro, a MED GRUPO, no horário compreendido entre 17h30 e 20h30. Esta empresa atua na área de pós-graduação médica, no entanto o evento não pode ser realizado, pois às 18 horas houve falta de luz em período de aproximadamente 2 horas, não havendo portanto mais condições para a realização do curso.

- Isto nos causou um sério prejuízo, bem como para a MED GRUPO, acrescentou Gomes.
Diante deste fato, e muitos outros ocorridos em nossa cidade é que solicitamos ao Procon Campos, que adotasse providências relativas ao pouco caso e falta de interesse da concessionária pela prestação de um serviço de melhor qualidade em nossa cidade junto à Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel.

- O ofício à Secretária Executiva do Procon Campos, Rosângela Tavares, foi enviado no dia 25 de maio deste ano, e a Acic aguarda que tal situação possa ser resolvida da melhor forma e o mais rápido possível, para que os comerciantes não sofram mais com as interrupções de energia – concluiu Gomes.

ASCOM ACIC
Data: 22/06/2015
Foto: Divulgação

Nenhum comentário: