terça-feira, 11 de março de 2014

LUTA POR UMA INTERNET LIVRE E DEMOCRÁTICA

Blog Fernando Leite & Outros Quintais:

Fantástico! Nossa campanha está influenciando parlamentares importantes para a votação, mas temos apenas 24 horas. Clique para salvar a internet e espalhe para todos.

Cara comunidade do Brasil,



Em menos de 24 horas, a Câmara dos Deputados votará uma lei quepoderá acabar com a liberdade na rede e diminuir nosso poder de escolha. Os únicos beneficiários desta proposta são as gigantescas e lucrativas empresas de telecom. Nós podemos dizer aos nossos representantes para proteger nossos direitos e salvar a internet livre. Clique aqui para assinar e avise todo mundo:

assine a peticao
Há muitos anos eu me encanto com o poder da internet e a criatividade que nela circula, mas agora estou muito preocupado que isso possa acabar. Em menos de 24 horas, a Câmara dos Deputados vai votar um novo projeto de lei que poderá declarar o fim da liberdade na rede e diminuir nosso poder de escolha.

Já nos anos em que fui Ministro da Cultura discutíamos formas de garantir o caráter democrático e aberto da internet – dessa construção coletiva, nasceu o Marco Civil. Mas, agora, o poderoso lobby das empresas de telecomunicações está influenciando nossos políticos para quetransformem a internet em uma espécie de TV a cabo, em que se poderia cobrar a mais para podermos assistir a vídeos, ouvir música ou acessar informações. A votação será apertada, mas uma grande mobilização pública pode convencer os deputados de que suas reeleições dependem desse voto!

As próximas horas são cruciais. Junte-se a mim nesta campanha da Avaaz paracriar a maior mobilização já vista por uma internet livre no Brasil. Assine agora e conte para todos. Nós levaremos a voz de todos que assinarem a petição diretamente aos parlamentares. Vamos vencer essa batalha e salvar a internet:


Eu acredito que o Marco Civil seja o melhor projeto de lei que já entrou no Congresso, isso porque foi feito por todos nós, de forma colaborativa pela rede! Ele limita quais informações os provedores podem guardar e estabelece critérios rígidos para as empresas: com o Marco Civil, os provedores serão proibidos de usar os nossos dados para vender serviços sem a nossa autorização expressa. Mas alguns deputados estão cedendo ao lobby das telecoms e, se essa manobra for bem sucedida, podemos dizer adeus à internet que temos hoje

As empresas de telefonia dizem que, ao criarem pacotes diferenciados, poderão baratear a internet. Mas se permitirmos que empresas decidam a velocidade de acesso a cada tipo de conteúdo, será o fim da criatividade e inovação que aparecem espontaneamente na rede. Não podemos permitir que a internet seja dividida em pacotes de serviços sem sentido, de má qualidade e controlados por poucas empresas. 

Assine a petição agora e a Avaaz entregará nossas vozes diretamente aos deputados que apoiam essa ideia e pressionará aqueles que são contrários ao Marco Civil. Vamos tomar de volta a nossa internet antes que eles estraguem tudo:


A minha geração lutou pela democratização do Brasil e pela garantia da liberdade de comunicação. Não podemos deixar, agora, que conquistas importantes desapareçam diante do lobby irresponsável de um punhado de empresas e da falta de compromisso de deputados que acreditam que podem ignorar seus eleitores.

Com esperança e determinação, 

Gilberto Gil e a equipe da Avaaz 

2 comentários:

Herval Guimarães disse...

SOBRE O MARCO CIVIL

Começou uma batalha sobre o Marco Civil. Quem é governista ou petista se mostra à favor, quem é oposição é contra. Artistas, sempre do lado do governo, fazem campanha. Mas alguém LEU o documento ?

Pra quem não sabe: No final de agosto de 2011, a presidente Dilma Rousseff encaminhou ao Congresso Nacional o projeto de lei que estabelece os princípios, garantias, direitos e deveres para o uso da internet no Brasil. Este projeto, também conhecido como Marco Civil da Internet, tramita como PL 2.126/2011 na Câmara dos Deputados, constituindo, no final de outubro, uma Comissão Especial para analisar e apresentar um parecer sobre a matéria. Encerrados os Trabalhos, deve ir hoje à votação.

Você pode ler aqui:

http://www.camara.gov.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=517255

O projeto diz várias obviedades. Ora, algo que está na Constituição Federal e nas Leis em geral, óbvio que se aplica à internet. Então pra que dizer obviedades? Arrá ! Não é pra dizer obviedades, é pra dizer coisas assim:

1. Controle dos Provedores: o governo pode solicitar, sem qualquer autorização judicial, e sem informar o usuário, seus dados de conexão. Atenção: é o governo! Não é a polícia. Vide art. 11, §§ 2o. e 4o.

2. Controle de Usuários: O Governo pode bisbilhotar seus dados de acesso. Mais uma vez: não é polícia, não é ação judicial, é o governo (autoridade administrativa)! Vide art. 13, §§ 2o. e 3o.

3. Censura direta: A internet deixa de ser construção de indivíduos livres para ser um objeto sob controle do Estado. Vide art. 23.

São apenas três pontos basilares. Lembremo-nos que Lei depende de regulamentação via Decreto Presidencial, e a coisa vai piorar muito.

#TodosContraMarcoCivil

Desconfie! desconfie de artistas chapa branca, de robôs da internet apoiando o Marco Civil, de quem diz que age à seu favor. Faça a você sim um favor: instrua-se e leia.

Não se iluda. Marco Civil vem disfarçado de lei benéfica, mas esconde arapucas. Até ICANN viu isso! #TodosContraMarcoCivil

Marco Civil da Internet é censura governamental. Saiam fora disso...

Herval Guimarães disse...

Sobre o site AVAAZ

A Avaaz no Brasil é comandada pelo petista de nascença Pedro Abramovay e nos E.U.A pelo milionário húngaro-americano George Soros.

http://bit.ly/1ia4vBp

http://www.midiasemmascara.org/artigos/globalismo/14233-voce-sabe-o-que-e-a-avaaz-ou-do-globalismo-soros-e-o-ativismo-imbecil.html

http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/os-bons-fascistas-o-petista-pedro-abramovay-chefao-da-avaaz-no-brasil-considera-se-juiz-de-um-tribunal-de-excecao-e-comandante-de-um-pelotao-de-fuzilamento/