terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

MAIS R$ 6 MILHÕES PARA A IMBEG

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

DUPLICAÇÃO DA CAMPOS-FAROL: LIBERADOS MAIS R$ 6 MILHÕES PARA A IMBEG

                                                                                       Fotos: Ricardo André Vasconcelos - 18/02/2014
Obras de acesso ao P. Imperial, a partir Beco e à estrada dos Ceramistas, começaram, ou foram retomadas há poucos dias

Caminhões e pás carregadeiras estão ao longo do trecho que está sendo duplicado, entre o Beco e o posto do BPRV


Quem passou nos últimos dias pela antiga rodovia do Açúcar (RJ 216), ou simplesmente Campos-Farol, deve ter estranhado a grande movimentação de máquinas da ImbeG Engenharia no trecho em que a Prefeitura de Campos está duplicando, mas as obras andavam devagar-quase-parando. 
A explicação está no detalhamento das despesas realizadas pela Prefeitura de Campos na terça-feira passada, dia 11. Lá consta o pagamento da fatura número 316 referente à quitação da 18ª parcela da obra de duplicação da RJ 216 - valor - R$ 6.041.890,81, processo 2014004000837P Ordem bancária 2014OB01518.
A obra, como se sabe, está sendo realizada com recursos próprios municipais a despeito de a estrada ser estadual. A ordem de serviço para as obras foi assinada em 28/03/2011 com prazo de execução de 720 dias ou seja, dois anos (confira abaixo), ou seja, deveria estar pronta desde 28/03/2013.
O custo inicial da obra (sem os aditivos): R$ 54.642.979,58, observando que a duplicação é apenas no trecho entre o Beco e Goitacazes.
 Este verão vai acabar muito antes da conclusão das obras. Quem sabe em 2015?

Uma máquina de compactação também está no local
Até a grama do canteiro está recebendo atenção da empreiteira satisfeita

Instalada em janeiro de 2013, a passarela de pedestres, finalmente está recebendo o piso, mas ainda não pode ser usada

10 comentários:

Anônimo disse...

Sim...e daí???

Jane Nunes disse...

É uma informação. A população quer saber onde e como são gastos os recursos públicos. E daí o que???

Anônimo disse...

Ah bom. Pensei que tinha alguma coisa errada. Apenas informando como o dinheiro é gasto. Certíssimo.

Anônimo disse...

Só pode ser muito idiota ou receber grana para fazer comentário desse anonimo das 19:03H
Uma miséria moral do caramba no município e uma múmia perguntar e daí???

Aliás, dá para perceber o número de defesas imbecis que tem aparecido em forma de comentários em blogs sérios.
Fora vagabundos!

Anônimo disse...

Bom, eu sou o imbecil das 19:30. Pergunto ao imbecil das 11:26...e daí? Não entendi o que está errado. A reportagem mostra a obra sendo feita, o preço, a empresa...e dai? Qual é o problema? Eu não defendi nada. Ninguém acusou nada...

Hugo Nunes disse...

Não me cabe acusar. Como disse Jane Nunes, é uma informação. Que cada leitor tire suas conclusões. ..

Anônimo disse...

Há quanto tempo está sendo feita essa obra?
Houve termos aditivos?
Quantos?

Hugo Nunes disse...

Se o governo respondesse aos pedidos de informação essa resposta seria rápida, mas infelizmente não disponho de tempo no momento para fazer essa pesquisa no DO.

Anônimo disse...

Se o governo respondesse a todos os pedidos de informação, principalmente de "blogs" não ia fazer outra coisa. Não ia sobrar tempo pra governar.

Hugo Nunes disse...

Gente é o que não falta ao governo para responder, mas não precisa responder aos blogs, bastava cumprir a Lei e responder aos pedidos protocolados na Prefeitura.