quarta-feira, 30 de março de 2016

Marcão: “Não querem debater a Lava Jato e as laranjas?”

Por Alexandre Bastos, em 30-03-2016 - 11h25

marcão
A Câmara de Campos não contou com quórum para a realização da sessão destas quarta-feira (30). Como ontem o horário da sessão foi tomado por uma solenidade, os trabalhos no plenário só retornam na próxima semana.
Para o vereador Marcão (Rede), que esperava a votação de um pedido de informações sobre o contrato firmado entre a Prefeitura e a Odebrecht, faltou disposição para debater. “Não querem discutir sobre a Lava Jato e os laranjas. Nem sabia que Campos tinha tradição para a plantação de laranjas. Se dizem que está tudo correto, dentro da legalidade, por que só a oposição e os independentes estavam presentes?”, indagou Marcão.
Nesta quarta-feira (30) a Folha publicou matéria (aqui) sobre a ausência de doações da Odebrecht nas prestações de contas da prefeita Rosinha Garotinho (PR), que segundo planilha da empreiteira, apreendida na Lava Jato, aparece com 1.000, considerado um “bônus de R$ 1 milhão” pela revista “Veja”.
Ontem, a Folha também mostrou que o então candidato a deputado federal Anthony Garotinho (PR) teria recebido R$ 1 milhão da Odebrecht no mesmo dia de “laranjas” ao seu partido. Veja no blog “Opiniões” (aqui).
Fonte: Folha da Manhã on-line

Nenhum comentário: