sábado, 21 de junho de 2014

Dez anos sem o velho Briza ...


Lindberg Farias

Há 10 anos, o Brasil perdeu uma das mais importantes lideranças políticas de sua história, o ex-governador do Rio de Janeiro e do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola. Para aqueles da minha geração que defendem o interesse dos trabalhadores e a radicalidade democrática, Brizola sempre foi uma grande referência. Para mim, em especial, ele sempre foi um exemplo. A coragem de Brizola na defesa da democracia, com a Rede da Legalidade, é um dos episódios que considero referência para a minha formação política.

E por que para mim esse momento é um exemplo? Porque na vida pública é preciso ter coragem em momentos cruciais. É claro que buscar o consenso e tentar criar condições para evitar enfrentamentos é elemento fundamental na política, mas nem sempre isso é possível. E nesses momentos duros, Brizola foi um dos maiores. Ele nunca capitulou. Sempre manteve-se firme nos seus propósitos e seguiu em frente.

Além dessa sua característica especial, todos que falarem sobre Brizola também terão de falar de como a educação era uma obsessão para ele. O velho Briza sabia que a transformação de um povo e de um país só acontece se ele tiver plenas condições de escolher o seu rumo e seu destino. E quanto mais acesso a conhecimento, formação e informação ele tiver, mais preparado para isso será.

Queria deixar minha homenagem a essa grande homem público e a toda a sua família.

Viva Brizola!
Brizola vive!

2 comentários:

Ricardo disse...

A única coisa errada que o Brizola fez como politíco foi inventar essa peste que se chama GAROTINHO , esse
verme infelizmente tá conta conta do grande BRIZOLA.

João do Microfone disse...

Não entendo: Que Brizola foi defensor da democracia, certo! mas digo ninguém teve coragem de mostrar oque foi o governo Brizola, governo que elevou a violência em mais de 80% dos governos anteriores, inclusive o dele(politica do trafica la em cima mas não rouba aqui em baixo)um governo que de bom só teve os CIEPS. Depois o os desgastos de conchavos com deputados oposicionistas e que "bancaram seu governo com alianças( como acontece ainda ) Brizola uma estadista, mas orgulhoso, senhor de si. Perdeu eleição seguidas porque agregou em seu grupo pessoas como seu garotinho,Miro, Eduardo chuay,Hi... ficaria a qui o dia inteiro enumerando, E o jogo do bicho. liberdade geral, total. Brizola. na legalidade de jango sim. mas como Governador do Rio um desastre. Comando vermelho, mão mão branca na baixada.etc. Brizola e seus seguidores. Nunca mais.
minha opinião meu direito. de Carioca de expressar, quem mora interior só um legado: Uma luz na escuridão de Luis Mauricio, O resto quebradeira geral nas contas do estado. O resto todos sabem. Ha! deixou essa "m" chamado garotinho de "legado"